quarta-feira, 30 de março de 2011

As maiores cidades do interior do Brasil

Após o Censo 2010 realizado pelo IBGE houveram algumas alterações na distribuição das cidades mais populosas do interior do Brasil. A seguir algumas informações sobre as 20 mais populosas do interior brasileiro. O critério utilizado exclui do ranking as cidades que compõem as regiões metropolitanas das capitais de Estado, por isso não aparecem cidades como Santo André e Niterói. Essa relação mostra tendências de melhor distribuição geográfica de recursos e mercados em Estados como São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e de concentração espacial em áreas metropolitanas como Bahia, Rio de Janeiro, Goiás. O que estou dizendo é que quanto maior o número de cidade interioranas consideradas grandes mais evidenciamos que o interior do Estado não fica dependente da capital, o que, ao contrário, quando não existem essas cidades ou são poucas no interior, é porque há um forte papel concentrador das áreas metropolitanas.

1.º Campinas                                                     
São Paulo
População 1.080.999 habitantes
Campinas é uma dessas grandes cidades interioranas que eu ainda não pude conhecer, goza o status de maior cidade do interior brasileiro e unica que apresenta população superior a 1 milhão de habitantes. Cidade universitária pela presença da UNICAMP e de várias outras como também de centros de pesquisa, mas também de produção de alta tecnologia, sendo considerada a capital do Vale do Silício Brasileiro é a 10.ª cidade mais rica do Brasil por conta de seu PIB de 27,1 bilhões de reais o que representa 0,96% do PIB brasileiro.

2.º São José dos Campos
São Paulo
População 627.544 habitantes
A cidade de São José dos Campos é considerada um dos tecnopólos brasileiros devido a sua produção de alta tecnologia de material bélico, no setor metalúrgico e por sede do maior complexo aeroespacial da América Latina. Além de importantes centros de pesquisa como INPE, estão instaladas em São José dos Campos empresas como: Panasonic, Johnson & Johnson, General Motors, Petrobrás, Ericsson, Monsanto, EMBRAER. Apresenta a 21.º maior participação no PIB brasileiro com 20, 7 bilhões de reais.

3.º Ribeirão Preto
São Paulo
População 605.114 habitantes
Ribeirão Preto hegemoniza uma macrorregião do Estado de São Paulo que é conhecida como a Califórnia Brasileira, denominação atribuída em função a similaridade das produções agrícola, industrial e da diversidade econômica com a região estadunidense. Além  do papel desempenhado na região do interior paulista, apresenta uma grande articulação com municípios mineiros, como Poços de Calda, Uberaba e Uberlândia, que é facilitada por uma fluída malha rodoviária que garante o acesso a diversas cidades. Entre as principais empresas instaladas em Ribeirão Preto destacam-se a Nestlé, a 3M, Microsoft, Tefónica, Embratel.


4.º Uberlândia
Minas Gerais
População 600.285 habitantes
Cidade que tive o prazer de conhecer ao prestar concurso para docente da UFU em 2008. Fiquei impressionado com a qualidade do transporte público, referência em todo o Brasil, com um terminal de integração bastante diversificado em termos de lazer e compras com ampla praça de alimentação que lota aos fins de tarde. Na área do lazer a cidade também conta o Complexo do Parque do Sabiá uma área enorme com grande arborização, zoológico, piscinas, pista para caminhada, aquário e área para desenvolvimento de psicultura, e onde também se localiza o Estádio João Havelange, também conhecido como Parque do Sabiá. Importante pólo econômico e cultural na região conhecida como Triângulo Mineiro, Uberlândia ganha destaque por fazer divisa com Goiás e São Paulo e também por ser um importante contribuinte do PIB brasileiro, é o 27.º, com 14,3 bilhões de reais.

5.º Sorocaba
São Paulo 
População 581.311 habitantes
A cidade de Sorocaba está localizada no sudeste do Estado de São Paulo. É muito reconhecida por ser um das mais fortes mercados consumidores do Estado e do País devido a sua alta renda per capita, 2,4 mil dólares para população urbana e 917 dólares para a população rural. A história de Sorocaba está estreitamente ligada ao surgimento e expansão da ferrovia no Brasil. A larga produção de algodão fez com que o maior comprador da matéria-prima construisse em 1870 a famosa Estrada de Ferro Sorocabana que seria responsável pelo surto de desenvolvimento industrial da região. Com uma contribuição de 13,1 bilhão de reais Sorocaba é o 30.º maior contribuinte do PIB brasileiro.

6.º Feira de Santana
Bahia
População 556.756 habitantes
Feira de Santana, no nordeste baiano, é a primeira cidade de fora da região sudeste a figurar entre as mais populosas do interior do Brasil, consequentemente a maior do interior nordestino. Importante por ser importante entroncamento rodoviário que articula as BRs 101, 116 e 324, Feira de Santana também se destaca com uma referência cultural no interior, na cidade além da ocorrência da primeira micareta do Brasil, também está o berço de famosos escritores poetas como: Godofredo Filho e Frederico Alves. Importante pólo industrial do Recôncavo Baiano tem instalações de indústrias de base, químicas e automobilísticas, atualmente também está para receber indústrias de tecnologias de informação.  Feira de Santana recebe muitas indústrias por conta das políticas de incentivos fiscais e por conta dos baixos salários pagos a trabalhadores baianos, se comparados com os de sul e sudeste. Apesar de sua renda per capita de R$ 9.005,24 é apenas o 82.º em contribuição do PIB brasileiro.

7.º Juiz de Fora
Minas Gerais
População 517.872 habitantes
Cidade dom forte característica universitária, Juiz de Fora confirma a tendência de uma significativa descentralização da hierarquia urbana e regional do Estado de Minas Gerais. Atualmente é um dos principais pólos industriais, culturais e de serviços de Minas Gerais. Foi chamada de "Manchester Mineira" à época em que seu pioneirismo na industrialização que a fez a cidade mais importante do Estado. Sua área de influência estende-se por toda a Zona da Mata, uma pequena parte do sul de Minas e também da região do central do Estado do Rio de Janeiro. Com 7,1 bilhão de reais é o 54.º contribuinte do PIB brasileiro.

8.º Joinville
Santa Catarina
População 515.250 habitantes
Importante pólo industrial do Estado de Santa Catarina, Joinville apresenta uma grande particularidade desse Estado, é o único que tem uma cidade do interior mais populosa do que a capital, Florianópolis possui apenas 421.203 habitantes. Na economia a cidade do nordeste catarinense é destaque no setor metal-mecânico sendo o maior do Brasil. Joinville é a terceira maior cidade da região sul, mas, mantém boa qualidade de vida sendo o 13.º maior IDH no Brasil (0,857). Joinville, cidade de colonização alemã, apresenta grande infra-estrutura de transportes principalmente com relação aos rodoviários e de aeroportos. Culturalmente é conhecida por vários eventos, onde destaca-se o Festival de Dança de Joinville, conhecido em todo mundo. Grande contribuinte do PIB brasileiro (28.º), Joinville participa com 13,2 bilhões de reais.

9.º Londrina
Paraná
População 506.645 habitantes
Terra da minha amiga Márcia Siqueira, Londrina vem tendo alguns problemas com a dengue e a saúde pública. Quarta cidade mais populosa da região sul, Londrina contribui para a afirmação de Estados mais descentralizados, na hierarquia urbana, presentes no sul do Brasil. Conhecida como cidade do café devido ao seu desenvolvimento ter sido fortemente impulsionado por esta atividade, também forjou um povo acostumado ao hibridismo cultural com a presença de outros povos na construção de Londrina, como ingleses, italianos, japoneses e alemães. Com uma contribuição de 8 bilhões de reais é o 44.º maior contribuinte no PIB brasileiro.

10.º Campos dos Goytacazes
Rio de Janeiro
População 463.545 habitantes
Eis que surge minha atual cidade de residência. Morando a quase 3 anos em Campos já consegui acumular algumas informações sobre a cidade. Lugar de grandes lagoas e brejos abrigava em tempos pré-cabralinos os índios goytacaz que dificultaram e muito a ocupação portuguesa. Contemplada com volumosos royalties do petróleo da Bacia de Campos e com os que virão do pré-sal, Campos não apresenta uma infra-estrutura urbana condizente com seu PIB de 29,1 bilhões de reais, sendo o 12.º maior do Brasil. Campos apresenta dois centros comerciais. O primeiro se desenvolveu as margens do Rio Paraíba onde hoje estão a Catedral São Salvador, a praça de mesmo nome e diversificadíssimo comércio popular. O segundo centro comercial fica no bairro Pelinca onde ao longo da rua de mesma nome se encontra as lojas mais sofisticadas, os shoppings, os bares e restaurantes que tão grande dinamismo na noite campista. Apesar de ter desenvolvido sua economia através da cana-de-açúcar e das usinas de álcool, hoje Campos goza o status de maior produtora de petróleo do Brasil e abriga grande pólo de extração na sua costa litorânea.

11.º Caxias do Sul
Rio Grande do Sul
População 435.482 habitantes


12.º São José do Rio Preto
São Paulo
População 408.435 habitantes


13.º Campina Grande
Paraíba
População 385.276 habitantes


14.º Jundiaí
São Paulo
População 370.251 habitantes


15.º Piracicaba
São Paulo
População 364.872 habitantes


16.º Montes Claros
Minas Gerais
População 361.971 habitantes


17.º Maringá
Paraná
População 357.117 habitantes


18.º Bauru
São Paulo
População 349.929 habitantes


19.º Anápolis
Goiás
População 335.032 habitantes


20.º Pelotas
Rio Grande do Sul
População 327.778 habitantes

32 comentários:

  1. quanto a sorocaba..pode aumentar este numero de populaçao ,porque minha casa e de muitas pessoas não foram visitadas...e censo apontou 586.511 pesssoas

    ResponderExcluir
  2. Olha de uma olhada no IBGE a população de Udi 604.000 +
    se bem que é bem maior que está no IBGE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigão o censo de hoje dia 18/07/2103

      Ubl. 3.456789 habi
      Já e a maior cidade de Mg, a única coisa que não cresce em Ubl e a mentalidade bairrista de alguns moradores,

      Excluir
    2. campina grande ja esta beirando os 500.000 esta contagem do ibge esta erradea

      Excluir
    3. Tbm concordo...esse censo é muito fajuto,margeado.

      Excluir
  3. uberlandia e a melhor cidade do interior do país sem sombra de duvida ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc e irmão do monteiro Lobato, vc e um comedia..rs.boa piada parabens

      Excluir
  4. É porque vcs não conhecem Uberaba!!!

    kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Londrina ,perdeu muito espaço quando se desaselerou por causa da queda no café,pois se continuasse naquele rítimo estaria encostadinha em campinas ou acima...

    ResponderExcluir
  6. hoje a populacao de feira de santana estimace em 650000 por ser uma metropoli e esta sempre em desenvolvimento e sua localizacao centralizada e prospera

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. feira de santana,cidade princesa, rica em educacao, saude,comercio e industria e cresce a cada dia.

      Excluir
  7. feira de santana quem visitar não se arrependi.

    ResponderExcluir
  8. oi, pq feira de santana uma grande cidade tem poucos predios? da uma mal impressao da cidade.

    ResponderExcluir
  9. sem dúvidas das que estão ai Londrina é a mais 'verde' de todas hein..E eu aposto que a população tanto de Londrina como de Joinville estão muito erradas , até digo que ultrapassam os 600 mil habitantes.

    ResponderExcluir
  10. cade Araguaina no Tocantins 160.000 habitantes comigo 160.001

    ResponderExcluir
  11. este tal de ibge deveria ser: Ignorante - Burro - Grosso - Esquisito
    pois a pop de campina grande ja passou dos 500.000

    ResponderExcluir
  12. Londrina é uma cidade boa para se morar, mas acredito que poderia ser melhor. É a segunda maior cidade do Paraná, que de acordo com o que me chegou sobre o censo 2012, está com uma população de mais ou menos 510 a 511 mil habitantes. Conhecida como pequena Londres, por sua colonização inglesa, por isso o nome (Londrina, natural de Londres, é uma cidade conhecida pela sua prestação de serviço e pelas suas universidades, entre elas a renomada no Paraná e até mesmo conhecida por muitas pessoas de outros estados, UEL (Universidade Estadual de Londrina. É uma das cidades que mais possuem edificações verticais (prédios) por número de habitantes, vista ao longe, se vê na área central e em menor número em outras regiões da cidade, um ajuntamento significativo de prédios. Como foi dito, a cidade se desenvolveu em parte pelo ciclo do café e por isso, também foi conhecida pela alcunha de "Capital do Café" e seu aeroporto chegou a ser o 3º mais movimentado do Brasil nessa época. Em Londrina, existem alguns festivais culturais de grande importância para a cidade e de prestigio para o público específico de manifestação cultural do país. São eles: FILO (Festival Internacional de Teatro de Londrina), Festival de Dança, Festival de Música, Londrix (Festival Literário). O comércio é outro ponto forte de Londrina, sendo a maior cidade da região e por isso a mais procurada para compras e lazer. Possui 6 Shoppings, sendo três de maior tamanho: Catuaí Shopping Center, Londrina Norte Shopping, Boulevard Londrina Shopping; entre os menores pode-se destacar: Royal Plaza Shopping, Shopping Quintino e Com Tour Shopping, este último foi um dos primeiros shoppings a ser construído no Brasil. Londrina possui dois cursos de medicina e a população conta com o HU (Hospital Universitário da Universidade Estadual de Londrina). Sua rodoviária é uma das mais bonitas que vi, têm o formato arredondado que lembra, por imagens aéreas, um disco voador ou um CD e ela teve como um dos seus arquitetos a conhecida personalidade Oscar Niemayer. Bom, enfim... Comecei esse texto dizendo que Londrina é boa para se morar, mas poderia ser melhor, porém no decorrer da escrita, fui destacando as coisas que me vieram à cabeça e coisas boas. Como toda cidade brasileira, Londrina também têm inúmeros problemas em diversas áreas, principalmente da política, mas não comentarei, seria muito enfadonho e cansativo. Espero ter dado uma contribuição maior referente à cidade da terra vermelha / roxa do Norte do Paraná.

    ResponderExcluir
  13. Londrina é uma cidade boa para se morar, mas acredito que poderia ser melhor. É a segunda maior cidade do Paraná, que de acordo com o que me chegou sobre o censo 2012, está com uma população de mais ou menos 510 a 511 mil habitantes. Conhecida como pequena Londres, por sua colonização inglesa, por isso o nome (Londrina, natural de Londres), é uma cidade conhecida pela sua prestação de serviços e pelas suas universidades - entre elas a renomada no Paraná e até mesmo conhecida por muitas pessoas de outros estados, UEL, Universidade Estadual de Londrina. É uma das cidades que mais possuem edificações verticais (prédios) por número de habitantes, vista ao longe, se vê na área central e em menor número em outras regiões da cidade, um ajuntamento significativo de prédios. Como foi dito, a cidade se desenvolveu em parte pelo ciclo do café e por isso, também foi conhecida pela alcunha de "Capital do Café" e seu aeroporto chegou a ser o 3º mais movimentado do Brasil nessa época. Em Londrina, existem alguns festivais culturais de grande importância para a cidade e de prestigio para o público específico de manifestação cultural do país. São eles: FILO (Festival Internacional de Teatro de Londrina), Festival de Dança, Festival de Música, Londrix (Festival Literário). O comércio é outro ponto forte de Londrina, sendo a maior cidade da região e por isso a mais procurada para compras e lazer. Possui 6 Shoppings, sendo três de maior tamanho: Catuaí Shopping Center, Londrina Norte Shopping, Boulevard Londrina Shopping; entre os menores pode-se destacar: Royal Plaza Shopping, Shopping Quintino e Com Tour Shopping, este último foi um dos primeiros shoppings a ser construído no Brasil. Londrina possui dois cursos de medicina e a população conta com o HU (Hospital Universitário da Universidade Estadual de Londrina). Sua rodoviária é uma das mais bonitas que vi, têm o formato arredondado que lembra, por imagens aéreas, um disco voador ou um CD e ela teve como um dos seus arquitetos a conhecida personalidade Oscar Niemayer. Bom, enfim... Comecei esse texto dizendo que Londrina é boa para se morar, mas poderia ser melhor, porém no decorrer da escrita, fui destacando as coisas que me vieram à cabeça e coisas boas. Como toda cidade brasileira, Londrina também têm inúmeros problemas em diversas áreas, principalmente da política, mas não comentarei, seria muito enfadonho e cansativo. Espero ter dado uma contribuição maior referente à cidade da terra vermelha / roxa do Norte do Paraná.

    ResponderExcluir
  14. Bauru tem 350mil habitantes só para o ibge,a exemplo de Sorocaba e outras cidades,no ultimo censo, muitas pessoas estavam nas casas e não foram visitadas.O prefeito acredita que a cidade tem pelo menos 400 mil moradores.Bauru é uma das cidades mais importante do interior de sp, a maior do centro oeste paulista,domina uma região com quase 2 milhões de habitantes.

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkk, mais um comediante....

      Excluir
  16. Esse pessoal de Uberaba e Uberlândia devem axar que moram em Dubai..rs.. Chega a dar nojo esse bairrismo idiota de vcs, Juiz de Fora, Campinas e Londrina dão um banho em vcs..

    ResponderExcluir
  17. Em Campinas dizem que já tem 1.600.000 mil Habitantes, com 800 mil carros nas ruas, esta difícil de dirigir nas ruas. E a Região metropolitana de Campinas já consta com quase 5 milhões de habitantes, tem a maior malha rodoviária da América latina e as 50 maiores indústria do mundo, as maiores universidades do mundo, Unicamp, Pucc E Unip e as de automobilismo como a Honda... O Problema que nem tudo é bom. As favelas são também as maiores do mundo e os ladrões e sequestradores...

    ResponderExcluir
  18. Ribeirão Preto é de looooooooooooonge a mais rica !! é visivel pelo numero de ferraris e lamborguinis nas ruas ... a unica a ter uma avenida como a joão fiúsa.

    ResponderExcluir
  19. Ribeirão é o TEXAS brasileiro, só gente rica !

    ResponderExcluir
  20. o amigo ae ta certo, dentre estas cidade as melhores sao Campinas e Ribeirao preto

    ResponderExcluir
  21. Ribeirão e Campinas são ricas em favelas,pobres cidades que se acham,são só isso pobres.


    ResponderExcluir
  22. CAXIAS TA COM 520.000 HABITANTES,JA É A 6° CAXIAS É MAIOR QUE JUIZ DE FORA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! <3

    ResponderExcluir
  23. Campinas, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Sorocaba, Bauru, Jundiaí e Piracicaba, as melhores do interior paulista.

    ResponderExcluir
  24. Tinha esquecido São José dos Campos, também é uma das melhores, na minha opinião é claro.

    ResponderExcluir
  25. Campinas tem a indústria Honda e a Samsung e suas universidades unicamp puc e unip

    ResponderExcluir

Blogueiro nativo da blogsfera fuça e comenta!!!!